PUBLICADO EM 07/02/2018 EM Projeto

NENHUM COMENTÁRIO

Por meio da arte circense, o projeto “Cabaret – Arte contra o preconceito: amar não é errado” colocou em pauta o termo heteronormatividade, normas de costumes impostas que atingem heterossexuais e homossexuais, e a discussão sobre sexualidade. 

O Projeto Jovem integra o terceiro módulo da 12ª edição do Programa Jovens Urbanos em São Paulo, uma iniciativa da Fundação Itaú Social com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), que acontece em Cidade Tiradentes e São Miguel Paulista, ambos distritos da zona leste de São Paulo. Os outros 2 módulos do programa são, respectivamente, Portfólio e Experimentações. Neste terceiro módulo, os jovens partiram de uma questão em diálogo com a realidade do grupo e de sua comunidade, e a partir dela desenvolveram pesquisas teóricas e visitas de campo para fortalecer a base de cada projeto, lidaram com orçamento e organizaram as atividades necessárias para as apresentações. Para isso, foram acompanhados por educadores e assessores. Todos os grupos passaram por uma banca de avaliação em outubro e se apresentaram na Feira de Projetos que aconteceu na biblioteca Espaço Alana, localizada no distrito Jardim Helena, zona leste.

Projeto

Cabaret – Arte contra o preconceito: amar não é errado!

12ª EDIÇÃO DO JOVENS URBANOS (2016)

Cidade Tiradentes - São Paulo/SP

ONG EXECUTORA

Instituto Pombas Urbanas

Educador

Eder Farina e Marcelo Nobre

Assessor

Bruno César Tomaz Lopes e Tatiana Monte

JOVENS PARTICIPANTES

Carolina Lima Domingos, Daniel Squilante Silva, Emerson Chaves Barbosa, Eric Luis Santos Souza, Gabriel Salgado Meneses, Henrique Augusto Nascimento Silva, Lidiane de Oliveira Ferreira, Maria Eduarda de Caes Martins, Naira Kelly de Jesus da Silva e Rebeca Esther Vieira Pasquarelli

NENHUM COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO